13 de novembro de 2008

Demos Cracia.

O André Bradford foi aos Estados Unidos da América tomar um banho de democracia. Ainda bem. Talvez isso sirva para, de futuro, pelo menos nos discursos, as coisas mudarem por aqui.
A quantidade de democracia também se mede pela forma como os adversários políticos se respeitam e abordam os diferentes pontos de vista.
Por exemplo e para não ir muito longe, a humildade e subtileza do discurso de vitória de Obama, contrasta com a arrogância e ataques pessoais proferidos por Carlos César na noite do passado 19 de Outubro.

3 comentários:

Edgardo disse...

Engasgue-se quem ache isso!

Papio cynocephalus disse...

a Democracia é uma coisa muito bonita e tal, mas é lá fora; aqui há que ter é respeitinho

Caroucha disse...

Cada um mostra o que é....

Arquivo do blogue