11 de novembro de 2008

Curto e grosso.

Há, mais ou menos, um ano, a esquerda então mais radical e agora domesticada ,atirava-se à autarquia de Ponta Delgada por causa da proibição de circulação de bicicletas no Jardim da Cidade. Confesso que na altura achei de mau gosto proibir as “biclas” de andarem no jardim, era um sítio onde ia e, continuo a ir, bastante, com as minhas filhas.
Felizmente, não sei se por força do post do então suposto Bloquista Alexandre Pascoal ou se por outros ofícios, a situação foi reposta, apesar dos responsáveis pelo jardim entenderem que sendo aquele um espaço natural, o mau uso das bicicletas por gente pouco educada, levava à ocorrência de actos de vandalismo em canteiros e plantas. Dou de barato.
Agora, pasme-se, no betonado e apenas betonado espaço das Portas do Mar, é proibido circular de bicicleta. Esta sim uma medida absurda e desadequada para um espaço que se quer seja dos cidadãos.
O que dirá a esquerda amolecida, agora?

4 comentários:

JNAS disse...

SIC TRANSIT GLORIA MUNDI

Luísa Silva disse...

Provavelmente dirá que a culpa é da Berta Cabral.
Não me admirava mesmo nada!
Não foi assim com a escola da Mãe de Deus? A Câmara já recuperou a escola, manifestou dispinabilidade para ampliá-la, mas o Governo mostra que o melhor é não fazer nada, para não se ter que demolir, em caso de decidir sobre a construção de novas escolas para aquela zona.
Até lá sofrem as crianças, o seu direito a condições de aprendizagem condignas.
Quem tem filhos, como eu, sabe muito bem do que estou a falar.
Mas, se calhar a falta de escolas, o encerramento de outras, a falta de auxiliares de educação, também deve ser culpa da Berta Cabral. Só para não variar, né?

Alexandre Pascoal disse...

...camarada, desconhecia de todo a situação...vou averiguar...

Papio cynocephalus disse...

a esquerda que depende de cargos de nomeação nunca é muito radical, e se o for, é sempre conforme a vontade da entidade empregadora..

Arquivo do blogue