2 de janeiro de 2011

Nova sondagem aqui ao lado.

Concorda com a remuneração complementar aos funcionários públicos que auferem entre 1500 e 2000 euros mensais? Vote em consciência e não por conveniência.

29 comentários:

Anónimo disse...

Eu votei com as duas mão na consciência. O mesmo que dizer que votei com os pés.

Que vão confiscar a ladroagem de Lisboa! disse...

Espero que essa remuneração compensatória seja estendida aos funcionários das autarquias açorianas e que as empresas públicas regionais encontrem mecanismos de compensação para o referido escalão.

Os Açores e os Trabalhadores Açorianos não têm culpa das roubalheiras dos ladrões de Lisboa, nem foram os trabalhadors açorianos que roubaram o BPN!

Anónimo disse...

Os Açorianos, de forma livre e democrática, escolheram o seu governo.

Os Açores são hoje como nunca foram, dos Açorianos.

Anónimo disse...

Contra a dita remuneração, discriminatória e descricionária, desde logo em relação aos trabalhadores privados, que, em úlima instância, são quem paga aos funcionários públicos. Completamente a favor do direito do Governo dos Açores tomar a medida.

pradena disse...

Concorda com a remuneração complementar aos funcionários públicos que auferem entre 1500 e 2000 euros mensais? Vote em consciência e não por..."

Parece-me fantastico, alem de saberem que tem um trabalho garantido ate a reforma, regalias socias, e uma boa reforma, complementem os pobres que so auferem entre 1500 e 2000e porque senao vao ter de viver na miseria.

Açores: ame-os ou deixe-os disse...

César não está dando nenhum privilégio a ninguém, nem a tirar nada aos escalões mais baixos, bem pelo contrário.

OU PREFERIRIAM QUE O GOVERNO APOIASSE CLUBLES DE FUTEBOL OU QUE O DINHEIRO FICASSE EM LISBOA PARA SER SURRIPIADO PELOS HABITUAIS LADRÕES E CORRUPTOS?

Sejam inteligentes, suas cabeças de inhame de porco!

Anónimo disse...

Os Portugueses vão tratar da saúde dos açoreanos.

Anónimo disse...

O coronel Tapioca vem de urGência para aprandâ como se governa

Anónimo disse...

A estrutura da pergunta e a recomendação inocentemente acoplada, grantem, à partida, uma sondagem séria, concisa e com rigor cientifico a toda a prova.

Rui disse...

O importante mesmo é saber se concorda-se com a medida da remuneração compensatória e não saber se há ou não legitimidade do governo dos Açores para tomar uma medida desta natureza.
Eu sou contra a remuneração compensatória nos Açores.

Melro Preto disse...

Concordas com os «cubanos»!

Rui disse...

Se os "cubanos" também acharem mal a enorme dívida em que este governo de César enfiou os Açores, também concordo com eles.
O importante aqui não são os "cubanos", para eles essas questões surgem e passam logo a seguir, o importante aqui somos nós que aqui vivemos e que temos que viver e pagar este tipo de desmando!

Rui disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rui disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Melro Preto disse...

Você sabe fazer contas?

Queres comparar o endividamento da Região com o da República?

Queres comparar o endividamento da Região com algumas autarquias?

Quem no espaço português, revelou maior responsabilidade orçamental e fiscal?

Foi a República que está na bancarrota?

Foi a Madeira que já não tem dinheiro para pagar aos funcionários?

Que raio de matemáticas estudaram vocês?

Estudem primeiro e depois digam qualquer coisinha.

Anónimo disse...

150 milhões de contos foi quanto ficaram os governos laranjas a dever ao erário público

Anónimo disse...

150 milhões de contos são 750 milhões de euros, em 21 anos, 8 aeroportos e 7 portos, 22 escolas EB23, o Hospital de São Miguel e o da Horta, centros de saúde em tudo quanto é concelho e muito mais.
Depois veio o amigo Guterres que pagou tudo e em 14 anos de socialismo a dívida dos Açores já ascende a 2500 milhões de euros.
Essa é que é a verdade a ser dita.

Nuno Barata disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

O PROBLEMA É QUE, PARA OS SOCIALISTAS AMESTRADOS ( ou seja, aqueles socialistas que são como as mulas que só vêem para um lado e que só estão preocupados com interesses meramente pessoais) mais milhão menos milhão, tanto faz- falarão de Alberto João Jardim (como se ele governasse os Açores) de Berta Cabral (como se idem) de Mota Amaral, etc- como é que podemos ir para a frente com pessoas assim?

Precisamos de políticos competentes e que não governem como se fossem presidentes de Junta, a distribuir benesses e a construir isto e aquilo...

Anónimo disse...

150 milhões de contos de calote laranja, gastos no Monumento da Autonomia, na zona franca de Santa Maria em negociatas com carne argentina, entre outras maravilhas, foram muito bem empregues

Anónimo disse...

Repito para quem quizer ser intelectualmente sério, 150 milhões de contos são 750 milhões de euros, em 21 anos, 8 aeroportos e 7 portos, 22 escolas EB23, o Hospital de São Miguel e o da Horta, centros de saúde em tudo quanto é concelho e muito mais.
Depois veio o amigo Guterres que pagou tudo e em 14 anos de socialismo a dívida dos Açores já ascende a 2500 milhões de euros.
Essa é que é a verdade a ser dita.

Anónimo disse...

150 milhões de contos de calote laranja empandeirados no célebre monumento da autonomia, na escandaleira da carne importada da argentina, na falida zona franca, na neftalina beata e no controlo desmesurado dos media.
Tempos que terminaram com Mota Amaral de mão estendida em Lisboa, nas entradas ministeriais de Cavaco Silva, que lhes bateram com a porta.
Cavaco Silva foi o coveiro de Mota Amaral.
Tempos que deixaram muito poucas saudades aos Açores.
Caras gastas que teimam em querer voltar.
Gente que quer o poder pelo poder.

Homo Sapiens disse...

Parece que a Zona Fraca de Santa Maria fez encher os bolsos a muito gabinete de estudo, e não só!

Anónimo disse...

O PROBLEMA É QUE, PARA OS SOCIALISTAS AMESTRADOS ( ou seja, aqueles socialistas que são como as mulas que só vêem para um lado e que só estão preocupados com interesses meramente pessoais) mais milhão menos milhão, tanto faz- falarão de Alberto João Jardim (como se ele governasse os Açores) de Berta Cabral (como se idem) de Mota Amaral, etc- como é que podemos ir para a frente com pessoas assim?

A divda d+ivida regional soma e segue-só numa noite foi mais de um milhão no festival 7 maravilhas- mas há sempre uma justificação, por mais paranóica que seja...

Precisamos de políticos competentes e que não governem como se fossem presidentes de Junta, a distribuir benesses e a construir isto e aquilo...

Anónimo disse...

Qualquer pessoa no seu perfeito juizo vê nisto uma grande jogada politica de César ...
Ele pouco se importa com a remuneração , só quer tirar mais uns nabos da púcara e pisar mais uns calos , seja rosa ,laranja,vermelho,azul ou verde são todos iguais ...
... façam um favor a todos e emigrem de livre vontade para o sudão , rodésia ou qualquer coisa assim bem longe antes que algum se lembre de vos começar a mandar para os anjinhos !!!

Anónimo disse...

Ai que medo.E que grande, graaaaande jogada!

Anónimo disse...

Sim e uma jogada que custa muito dinheiro- paga zé pove!

Põe-se na alheta, já!, seus vendidos aos portugueses disse...

O César ajuda estes pobres de espírito e eles ainda reclamam.

é pá se vocês estão infelizes e insatisfeitos podem ir para o Cavaquistão ou para o Continente e aí vocês vão ver o que são impostos, cortes de salários, portagens e outras ladroagens!

Anónimo disse...

Este põe-se na alheta, além de parecer terrorista, deve estar aflito, não se acabe a chucha- só assim se xplica o esp´rito de ameaça e de intolerância!

O infeliz devia pensar em viver à sua custa.

Arquivo do blogue