10 de março de 2008

Se o ridiculo matasse


Cesar monitorizou a monitorização.

Sem comentários:

Arquivo do blogue