19 de outubro de 2011

de 6 para 23%. E porque não?

O meu amigo Alexandre Pascoal diz não entender o porquê de se manter a taxa mínima do IVA nos livros e a taxa dos espectáculos subir para a máxima. Eu talvez possa explicar, na minha óptica, o porquê dessa diferenciação com a qual desde já concordo (tinha que concordar com qualquer coisinha).
Os livros são fontes de conhecimento ou pelo menos de informação enquanto os espectáculos são meras fontes de alienação. Basta? Se não basta posso sempre esgrimir argumentos sobre a perenidade das coisas, a necessidade de eternizar informação, de condensar conceitos, de sistematizar conhecimentos. Isso para não ir ao fundo económico da questão porque eu não olho a cultura pelo lado da economia como alguns teimam em fazer.

12 comentários:

cefariazores disse...

Eu não considero todos os espectáculos como de alienação, talvez todos sejam de lazer e isto já não é comum a todos os livros, pois algum são mesmo só formação.

Anónimo disse...

E quem é que lê neste país?

Guarda-Livros disse...

Que não sobem o Iva da minha Playboy!

Lá aprende-se mais do que ver no Teatro Micaelense «O Misantropo» de Moliére!

Guarda-Livros disse...

Que não «subam», queriam eu dizer...

Anónimo disse...

Na minha Iva ninguém toca. Só eu toco na minha querida Iva.

Alexandre Pascoal disse...

Nuno, tu é que andas alienado, pá!

Anónimo disse...

Quase em Novembro e a berta cabrá nada de enfeitar as ruas para o Natal. Faltará guito?

Anónimo disse...

Entre os livros,Vangelis e pimbalhada a jorros, ao menos que se salvem os livros!

Anónimo disse...

Concordo com o Nuno Barata .Os livros ficam e a maior parte não tem subsidios.Não e como o Teatro Micaelense e Coliseu Mic que têm subsidios e patrocinios que nunca mais acabam.

Anónimo disse...

Nem mais- dinheiro atirado ao lixo ou para ajudar quem mais pode a ir assistir a concertinas!

Pedro Arruda disse...

meu caro

deixei um comentário a este teu post no meu blogue, não podias ficar sem resposta...

abraço amigo

Paranoiasnfm disse...

É "bonito", é....
Deviam subir isto era nas entradas em estádios de futebol... que, apesar das dificuldades, continuo a ver os estádios cheios.

Mas enfim, isto não cortam... (cortar a sério)

Agora, em cultura, espectáculos (música e por aí fora) acho estúpido.
Agora, futebol (apesar de gostar), acho que deviam puxar mais por isto...

Arquivo do blogue