11 de maio de 2011

Nem de propósito.




Há dias estive envolvido numa reunião onde muito se falou de cidadania e do interesse ou desinteresse que tal disciplina provoca nas crianças em idade adolescente. Vim para casa remoer o que focou por dizer e, nem de propósito, nas leituras que ando a fazer aparece-me esta frase lapidar: (…)Sempre que tinham que ser tomadas decisões acerca da escolarização, os “educacionistas” que eram consultados – muitas vezes pessoas que tinham mostrado tão pouca capacidade de adquirir conhecimentos  de uma verdadeira disciplina que tinham decidido aprender antes a ensina-la.(…)
Scruton, Roger, As vantagens do pessimismo e o perigo da falsa esperança, Quetzal, Lisboa, 2011 p. 168.
Um livro de leitura obrigatória que nos coloca na testa um rótulo de reaccionários mas que dá, como diz um amigo meu, um maná infindável para a escrita de posts.

95 comentários:

Anónimo disse...

A mim parece que há é optimismo a mais.

Os portuguêses, cidadãos do desenrasca.Da palavrinha e de Dº Sebastião, ainda hoje esperam que Socrates "alumie" a sua existenciazinha e que, no final, continuem com o cargo lá na junta ou que, afinal, sem trabalho e guiados pela providência, tudo saia menos mal.

De ciência económica ou das leis da física, não querem saber nada...

Anónimo disse...

Um desanda para Bruxelas, onde faz papel de jarrão.
Outro rebenta com os cofres públicos e compra submarinos sem ser preciso.
Outro, para ganhar eleições, dá o que não tem.
Outros, espertalhotes, garantem o seu bolso, xupando o impostos de todos.

Esta canalha que nos tem governado merecia ser castigada na fogueira depois de julgada num tribunal da santa inquisição.

É mentira?

Então respondam-me.
Porque é que essa tal troika, o PS, o PSD, o CDS, o BE e o PCP, se esqueceram de reduzir nas reformas vitaliceas dos deputados?
São melhores do que eu e do que Rui, que depois de surrar todo o dia como moiro, lhe descontam mais no ordenado?

Esta terceira república, decidadamente, entrou numa fase de agonia.

Anónimo disse...

Força Sócrates!

Anónimo disse...

Há pessoas que não lhes importa o país.Esteja a ser bem ou mal governado.Desde que continuem a viver à custa dos outros, venha!

Só o ingenhêre é que diz que está a governar muio bem.No meio disto, pois, só o interesse pessoal explica o fervor nos apoios ao querido lider.

Entretanto, dos 600 mil desempregados ( isto para já) 300.000 não recebem qualquer apoio do estado- o ingenhêre inventou uma nova forma de viver.Viva do ar!

Anónimo disse...

Debaixo de água vive-se melhor.
Vivam os submarinos.

Anónimo disse...

O candidato do PS Açores veio muito preocupado não fosse a RTP/A acabar.

Em vez de apresentar o programa do PS, segue coma campanha de intoxicação.

São estes que nos querem continuar a governar.Podiam dizer que tinham governado belíssimo.Que os juros não continuam a subir.Que o acordo que conseguiram é uma coisa do outro mundo.Que o país não está na quase bancarrota.Que o deputado do PS/A defendeu tão bem os Açores que o tal aôrdo só nos corta em 20% as receitas da região.

Podiam fazer mais visitas, em tempo de eleições à Associação Agricola e que agora.Que sim.Que sim, há que olhar para a agricultura.

Mas não.A mando do ingenhêre, vêm dizer que a RTP/A está em perigo- nem por encomenda arranjavamos gente desta!

Anónimo disse...

Tambem podiam dizer que o engenheiro Guterres, o tal que tambem deixou o país de tanga, queria encomendar 5 submarinos, mas, quando se demitiu, Portas encomendou dois.

Podiam dizer que é uma pena que NENHUM partido quer governar com o ingenhêre.MAS NÂO! Dizem que os partidos da oposição querem acabar com o estado social.Ou seja, com os tais 300.000 que vivem do ar!

Anónimo disse...

... sócas está a acusar Louçã de ser responsável por ter entrado o FMI. lol lol lol lol

Anónimo disse...

... sócas está a acusar Louçã de ser responsável por ter entrado o FMI. lol lol lol lol

Anónimo disse...

... sócas está a acusar Louçã de ser responsável por ter entrado o FMI. lol lol lol lol

Anónimo disse...

... sócas está a acusar Louçã de ser responsável por ter entrado o FMI. lol lol lol lol

São catrogas e baldrocas! disse...

De facto a Troika aterrou em Portugal pela mão da Santa Aliança: PSD-CDS-PCP-BE.

Agora aguentem-se!

Anónimo disse...

Vivó sócrates!

Anónimo disse...

Hoje soubes que os socialistas, para iludirem o défice, renegociaram com os concessionários das estradas o contrato que tinham com elas, o que vai importar um agravamento desses contratos no valor de 400 milhões de euros.

Meus amigos, isto é de bradar aos céus.Se alguém quizesse contratar um governo para governar pior, não encontrava- nem pagando para encontrar pior!!!

Já estou como o cãotribuinte- ou defendem o nascimento de um novo país ou emigrem.Ai, vai ser muito choro!!!

VOTE.

SEJA RESPONSÀVEL.NÂO PERMITA MAIS SOCILISTAS NO GOVERNO!

Eu voto Sócrates! E você? disse...

A Maioria Absoluta está ao alcance de Sócrates.

Eu voto Sócrates!

E você?

Anónimo disse...

Se o sócrates não vencer é porque houve fraude eleitoral?

Anónimo disse...

Os bons caloteiros compram e mandam as contas para os outros.

Não foi isso que Portas fez? Enfiou-nos com dois brinquedos de guerra, tão necessários à pátria como uma viola num enterro, e espetou a factura para quem veio a seguir.

Com líderes desta qualidade, não vamos muito longe.

Anónimo disse...

A caquético do Catroga quer criar um cabaz alimentício de racionamento. Esta gente está doida! Ia agora prescindir da minha lagosta, do meu camarão tigre e do meu caranguejo real.

Anónimo disse...

Et mon champagne?
Et mon caviar iranien?
Et mon plateau de fromages à peine guéri?
Et mes entrées ragoût d'escargots?
Et mes fruits de mer grillés avec du riz?
Et mon risotto de Venise?
Et mon vin blanc délicat de Bordeaux?
Et mon Bourgogne rouge avec ragoût de canard?
Et mon tajine d'escargots?


Há tanta gente que não sabe que anda neste mundo!

Catrogas e baldrocas! disse...

Ao menos não toquem nos meus chicharrinhos escalados e assados na brasa!

Enquanto Sócrates estiver no poder, tenho a certeza que vai haver comida com fartura.

Com Catrogas, Coelhos e Cavacos, esperem o pior.

Eles vão continuar a comer do bom e do melhor.

O povo - que vive acima das suas possibilidades! - deve contentar-se com uma carcaça barrada com manteiga de refugo.

E não poderão queixar-se, pois no Haiti é ainda muito pior.

Anónimo disse...

Pelo momento decisivo em que estamos, se fôr a primeira vez, não importa.

Reprove quem nos trouxe a esta situação.Quem aposta na manobra.No esconder défices que criou e negócios ruinosos, como aquele das estradas, em que , para esconder o défice, o governo renegociou com um agravamento de quatrocentos milhões de euros.

O patriotismo dos socialistas, resumiu-se a não ter querido a vinda do FMI, para esconder toda a política irresponsável que vamos, só nesta altura, a pouco e pouco, conhecendo.

Saiba distinguir o justo do injusto.Premeie quem verdadeiramente está interessado no bem do país ( e há vários partidos)e quem lhe interessa um país dominado pela corrupção.Pela palavrinha e pelo favorzinho.Pelo chico- espertismo.

Na sua vida pessoal, comece por ser compreenssivo com as suas faltas e admirar quem tem alma grande.Afinal, não é a mesma coisa a trapaça e a gente que trabalha.Que olha para o seu semelhante e está interessada num país justo.

Saiba distinguir a pequena quezília.A chanyagem emocional e a manobra, daquilo que nos faz ser maiores do que nós mesmos.

Vote.Tem uma oportunidade para romper definitivamente com um paradigma ruinoso.

Aproveite para fazer toda a diferença!

Denise Almeida disse...

Este post tem 21 comentários e apenas um é sobre o assunto do mesmo. Serei eu que não percebo bem o "filme" ou estes comentadores precisam de aprender a ler? E o mais fantástico é que são sempre anónimos. Enfim.
Em relação ao tema do post: concordo plenamente com a citação e até seria capaz de ler o livro, eu que sou uma optimista por natureza. Não vejo grandes vantagens no pessimismo. "Tudo o que poderá correr mal, irá correr". Se à partida sabemos isso, porque insistimos em deprimir e pensar só nisso? Mais vale lutar e contrariar as estatísticas.

Anónimo disse...

Denise

Não é que saibamos ler assim tão mal.

Até acho que o pessimismo ( por exemplo, na política) ajuda-nos a não embarcar mais nesta palhaçada a que os socialistas nos trouxeram :)

Pessimismo? Isso é para falhados! disse...

Contrariando olimpicamente o autor do referido livro, eu cá por mim sou muito optimista.

A VIDA É BELA !

Gozai!

OBSV: sou tão optimista que até vou votar chapa Sócrates.

Anónimo disse...

És tão optimista que até tens esperança de viver o resto da vida na chucha, marrique filho!

Anónimo disse...

Repito!

O meu voto vai é para o fulano que nos quer por todos debaixo de água, embarcados em submarinos.

Marrica filha.

Anónimo disse...

O meu vai para quem nos pôs nesta tanga e nesta embrulhada :)

Catrogas e baldrocas! disse...

Ouviram a linguagem ordinária e de taberneiro dum tal Catroga, um mamão que recebe de reformas 10.000/mês???????

Anónimo disse...

A politica em Portugal e sobretudo nos Açores tem descido de nível.

É linguagem desta, até aqui apenas utilizada pelo pândego Jardim.

São ataques pessoais sem eira nem beira, protagonizados por gente grunha.

São julgamentos inquisitoriais, em pleno terreiro público e à margem da justiça.

É um vale tudo.

Ontem, entra-me pela TV dentro, no recato da minha casa junto dos meus filhos e filhas, um putativo ministro, irado, a usar linguagem de bordel.

Ó pai, pergunta-me a miuda mais nova, o que é aquilo que este senhor velhinho disse?

Nada filha, nada. Essse senhor não tem juizo.

E é canalha desta, que desavergonhadamente faz apelos para eu ir votar.

E um banaço num olho?

Anónimo disse...

Cada vez mais se vai sabendo dos desastres ruinosos do governo.

Para esconder o défice da União Europeia, Socrates renegociou com as concessionárias das estradas, o que aumentou a despesa em 400 milhões- depois a culpa é da crise internacional e de todos os outros partidos.

Para quem estiver interessado, posso dar uma lista grande de negócios ruinosos da governação destes camaradas- como disse Medina Carreiro, ( e não só) devia haver um regime legal que considerasse crime a prática de mausnegócios, por parte da entidade pública.

É que, depois, os socialistas vão para casa com reformas douradas e ficamos nós a pagar.

Temos a maior dívida pública dos últimos 150 anos.

Os socialistas foram os que mais cortaram nos apoios sociais!( imagina-se o que fariam se não defendessem, como dizem que têm muito empenho), o estado social

Seja muito pessimista.

Vote.Entregava a sua empresa a um gestor que a levasse à bancarrota?

Pois bem, entregue o seu país a quem acabe com estes gestores camaradas!

Anónimo disse...

O que eu sei muito bem são os desastres das câmaras governadas pelo PSD.

A maior parte delas estão falidas. A Madeira do PSD está completamente FALIDA!

A Câmara mais endividada do país, e a de Gaia do Luis Filipe Menezes, esse cromo da choldra.

Já para não falar das empresas municipais que deviam ser todas encerradas.

E já não falo dos reformados politicos do PPD que ajudaram a falir este país.

Fica para a próxima.

Anónimo disse...

Sim.Palavra de socialista!

O que eu sei é que há vários outros partidos em quem votar e que os socialistas conduziram-nos ao maior desastre dos últimos 150 anos.

Vote.Entregava a sua empresa a um gestor que a levasse à bancarrota?

Pois bem, entregue o seu país a quem acabe com estes gestores camaradas!

Anónimo disse...

Sócrates ficará na História como o melhor Primeiro-Ministro desde Dom Pedro V!

Anónimo disse...

Eu vou votar é no outro dos briquedos caros. O tal que empandeirou a nossa carteira com submarinos, essenciais ao progresso da nação como uma viola num enterro.

Anónimo disse...

Vivó Sócrates!!!

Anónimo disse...

O CDS da Terceira e o CDS Açoriano degladiam-se na praça pública.

De um lado está a doidura politica e a leviandade eleitoral, de forma desproporcionada e já desacreditada e do outro a sobriedade, a frugalidade e, sobretudo, a seriedade na postura.

A escolha é simples.

Por um CDS AÇORIANO! disse...

Desde que o velhinho CDS-Açoriano, foi raptado para a Terceira e desde que ficou sob o contrôle do prof. Meireles e do então Ministro da República, General Rocha Vieira, o CDS ficou transformado numa espécie de partido regionalista e bairrista da Terceira.

Há que recuperar o velho CDS do tempo do Dr. Melo Bento, do Eng. Vaz do Rego, do Engº Cymbron e até mesmo Dr. José Monjardino, um terceirense universalista e com uma visão amplamente açoriana da nossa Região, e que até conquistou o voto e coração dos micaelenses.

Anónimo disse...

Viva Salazar!!!

Foice e Martelo para cima deles! disse...

Viva Estaline, pois este é que tinha sempre à mão um bom «gulag» para todos esses filhos-de-puta que empeideiraram este país e que vão condenar à miséria milhões de cidadãos!!!!!

Anónimo disse...

Este verão a berta cabrá vai montar novamente o arraial no campu?

Anónimo disse...

É cada vez mais claro que Sócrates e César têm uma personalidade comum. O Diz .O não era bem assim. E o puro embuste, além de uma curiosidade linguística que é o de alterarem o sentido do entendimento corrente das frases .Por exemplo, quando Sócrates se compromete a baixar significativamente a taxa social única, diz que significativamente quer dizer que vai estudar(!) e que defende é uma redução ligeira - se tudo isto não é delírio é porque os socialistas defendem que delírio não é delírio - é um ligeiro delírio!

Já não falando na questão de várias vezes ter anunciado que não se recandidatava . É a questão do superavit (Sócrates já ia no segundo).É a questão que César via como sendo uma tremenda afronta ao estado social, pagar-se taxas moderadoras. Pois bem, já as aplicou. QUE SIM.QUE SIM! Que o PS está muito preocupado com o estado social.

Também disse que nunca governaria com o FMI. Depois veio dizer que o que queria dizer é que só governava com o FMI em último caso. Por outras palavras, dizer que não governava com o FMI significa, no entender dos socialistas, não governar de qualquer maneira. Meus amigos, acudam-me! Como é que vamos entregar isto a esta gente

A campanha dos candidatos socialistas regionais à assembleia é também surrreal Nunca apresenta o seu programa!

Esta campanha começou com o deputado Ricardo Rodrigues muito preocupado com o canal regional, acusando o PSD de querer acabar com ele. Como já viram que a treta é grande, esqueceram o assunto e vêm dizer que o PSD e PP defendem a redução da taxa social única. Pois, bem, os artistas é que negociaram com a troica uma redução significativa da taxa social única, com a ressalva que significativa não quer dizer uma grande redução. Quer dizer, portanto ( se não queremos dar um brutal pontapé na lógica) reduzir mais ou menos ou reduzir pouco, tudo dependendo do estudo que o governo fizer.Ora, Homessa (!) então um governo que está à seis anos e que se apresenta ao eleitorado com um programa( melhor, com um panfleto) precisa de uns meses para estudar o que qualquer economista tem que saber?!

Mais hilariante ainda é a de ontem, dos candidatos socialistas regionais à assembleia da república.

César, acompanhado de uma comitiva confrangedora, anuncia que sim, Que sim. Que o deputado Ricardo Rodrigues vai defender os Açores ( leia-se, portanto, de que vai defender das políticas de Sócrates).Ora bem, se não fez nada nem conseguiu impedir uma significativa transferência das verbas para os Açores, poder-se-ia perguntar o que é que entende também por defender.Defender é não defender? É defender mais ou menos? É mais uma revolução na lógica e no significado das palavras que estas curiosas figuras encarnam e que, com isto, desbaratam as energias de um povo?

MAS MAIS! César diz que Ricardo Rodrigues se deve esquecer dos gravadores ( rque pressupõe qualquer pessoa, à queixa crime que , veio noticiada lhe ser movida).

César diz que se deve votar no candidato não para que ele se lembre de gravadores, mas para que ele 2siga” DEFENDENDO os Açores. Pergunta-se, defendendo contra quem?! De quê? O que entendem os socialistas por defender?!

Meus amigos os socialistas transformaram o país numa barafunda monumental e são estes camaradas que nos querem continuar a governar!

Se isto não é um barco disparatado, é porque os socialistas também têm um entendimento original do que é o disparate - disparate, para os socialistas ou é uma coisa correcta ou é um disparate mais ou menos!

Podem ir chorar pr'a casa! disse...

Há momentos no Público On Line:

PS e Sócrates à frente!

Força Sócrates!

Anónimo disse...

Palavra de socialista!

Apareceu tambem outra sondagem com Passos Coelho com o PSD à frente.

Ora, mesmo assim não se augura nada de bom.É que, com o PS em segundo lugar, Socrates iria querer o segundo cargo mais importante do govermo- justamente.Justamente o de ministro das finanças.

A única vantagem nisto é que Socrates tem experieência.Justamente(!), o de levar o país à bancarrota...

Anónimo disse...

A minha sondagem é maior que a tua.

Anónimo disse...

É .Sócrates para ministro das finanças já!

Anónimo disse...

Sócrates é que desenhou e negociou com a troica o acordo que nos permite sair da maior dívida dos últimos 150 anos.

Pois, bem este acordo implica acabar-se, quase em absoluto com o estado social..No entanto, com um descaramento monumental, os socialista apostam no medo, procurando incutir nas pessoas a ideia que é o único que defende o estado social.

Nunca se viu tamanha trapaça! Quando muito, podia dizer-se que quem defende o estado social é o partido comunista, os verdes e o bloco de esquerda, pois foram eles que não assinaram nenhum acordo. Mas não. Os camaradas, negociaram o acordo que praticamente acaba com o estado social, mas dizem que defendem o estado social.

Além da barafunda para que levaram o país, os queridos camaradas, também operaram uma revolução na lógica. Acabam com o estado social, mas dizem que defendem o estado social.

O coronel Tapioca está a esfregar as mãos!

Anónimo disse...

Vivó Sócrates!

Anónimo disse...

Oh filho, outra vez notas más?

-Papá, papá, o Francisco teve tudo mau!

-Oh, filho, tens que estudar.

-Papá, papá e o João e o António tambem teviream tudo mau.

-Oh filho, tens é que fazer como o Manuel.

-Papá, papá, com tanto mau, a culpa e da professora!

Moral da história.Sócrates copia os maus e culpa a crise e todos os outros partidos.

Sooócrates para ministro das finanças, já! ( que isto não fique gravado!).

Anónimo disse...

Vivó Sócrates!

Anónimo disse...

Há partidos nos Açores que vivem da trapaça. E depois, no fim, dizem que estão "reforçados"!

Anónimo disse...

É verdade, cride! Por exemplo, há uns que se preocupam com gravadores

Anónimo disse...

Voltava a confiar a gestão da sua empresa a quem a levasse à falência?

Pense somente no seu país. Distinga quem governou levando o país à bancarrota de quem merece confiança.

Seja responsável. Vote.

Portugal precisa de si!

Anónimo disse...

Vivó Sócrates!!!!

Anónimo disse...

Há partidos que vivem de histórias recambolescas. Da intriga e dos pés de vento.
No fim, dizem que estão "reforçados".

Anónimo disse...

O Dr. Barata foi a S.Jorge ao Congresso do seu Partido, o CDS-PP?

Anónimo disse...

Vivó Pintelho do Catroga!

Anónimo disse...

Portugal vai ser o único país do mundo que está em recessão.

Socrates para ministro das finanças já!

Recompensa para os cabos de esquadra que o apoiam.Dêem-lhes um bónus.Afinal têm feito do seu apoio o seu projecto de vida, daí o empenho com que defendem tamanha barafunda- pior, nem abrindo subcrição!

Crise? Qual crise? disse...

Enquanto eu vir, como vi hoje, 10 mil turistas a desembarcar nas majestáticas e maravilhosas Portas do Mar em Ponta Delgada, com toda a baixa da cidade engalanada, e com o nosso dinâmico Secretário da Economia a receber tão ilustres forasteiros, não acredito que haja crise.

Crise?

Crise era antigamente, quandos os turistas desembarcavam na doca no meio de bosta de vaca, sacos de cimento, de adubo e ferro, e quando chegavam à cidade não havia nada para comer, pois todos fechavam cedo ou não tinham nada para vender, a não ser aguardente e papo-secos do dia anterior com manteiga rançosa.

Agora, sim.

Devido ao melhor Capitão Donatário que os Açores já tiveram em toda a sua História (Carlos César para quem acabou de chegar aqui), os Açores são 1º Mundo!

Crise?

Vão mas é chatear o pintelho do Catroga!!!!!

Anónimo disse...

Enquanto eu vir Portugal na banca rota.

Enquanto eu vir o país a ser o único no mundo que não cresce ( nem uma décima).

Enquanto eu vir os cabos de esquadra dos socialistas no poder.

Enquanto eu vir quem goste de gravadores

Não acredito que os socialistas estejam em crise.

Crise, para os socialistas?Qual crise?

Anónimo disse...

Socrates para ministro das finanças já!

O indivíduo merece!

Anónimo disse...

Sócrates vai dar baile nestes tristes todos.

Anónimo disse...

Portugal, este ano, é a ÚNICA economia no mundo que não cresce.

Desta vez, Socrates não tens outros maus exemplos abaixo para apontar.

O país andou a fazer sacrifícios e a situação sempre a piorar- pec I, pec II, pec III e mais um orçamento de estado.

Quem pagou esta barafunda toda foram sempre os mesmos.Entretanto, os gastos desastrosos, com a criação de empresas para disfarçar o défice e os interesses instalados- nada!

Mesmo assim continuamos a ver alguns, com muito empenho, a dizer que os socialistas são os melhores- até nisto se percebe o quanto o estado usou o seu poder para tornar essas pessoas dependentes.

Não há dúvida que devemos confiar o próximo governo aos camaradas!

José da Pranchinha disse...

Força Sócrates.

Anónimo disse...

Vivó violador do FMI!

Anónimo disse...

Houve um deputado do PS que , num frente a frente, não defendeu as políticas do seu partido,como fazem todos os outros, com uma lenga lenga de mentiras.

Por exemplo, não criticou a taxa social, dizendo que´o PSD queria acabar com o estado social.No diálogo com o seu interlocutor, reconheceu que , no acôrdo que o governo negociou com a troica estava incluída uma redução substancial desta taxa e também não fez como todos os outros socialistas referindo que, redução substancial é uma redução acentuada e não um pequena redução.

Pessoas destas ( um caso singular nos camaradas) estão a pensar de forma construtiva e merecem o dinheiro que ganham como deputados.

Os camaradas além de não terem programa ( o que denominam de programa é um panfleto)passaram a vida a criticar o PSD, o CDS/PP e o Bloco de Esquerda de não o terem e , todos os dias, apostam numa desastrosa campanha ladainha de intoxicação.

Já se viu que os camaradas, garganta não lhes falta. O problema é que puseram o país na bancarrota!

Se Sócrates se fosse candidatar a um lugar de gestor de uma empresa, o empresário dir-lhe-ía- se precisamos de um relações públicas estava contratado.Acontece que temos 200 trabalhadores e precisamos de um gestor que garanta esses postos de trabalho.Quando precisarmos de uma pessoa como muita garganta, está contratado!

Anónimo disse...

Alguém no seu perfeito juizo consegue ler esta lenga lenga atoleimada de cima?

Anónimo disse...

Palavra de socialista!

Está tudo aqui- faça copy/past:

http://blasfemias.net/2011/05/12/responsabilidade-mas-e-criminal/

Socrates para ministro das finanças, já!

Anónimo disse...

Os camaradas transformaram-se num case study.

A onda anti- camaradas, vai varrer o país de lés a lés.

Começa pelo rectângulo.

Comecem a virar a casaca, para não haver choro!

Anónimo disse...

Depois de o governo ter negociado com a troica, acordo no qual se prevê o cobgelamento das admissões na administração pública, o que veio a dizer um membro do governo? Que sim.Que sim!Que havia lugar à possibilidade de contratação de mais 3 mil funcionários.

Não admira que nenhum partido queira formar governo com os camaradas- quem é que se ía querer meter num barco destes?!

Anónimo disse...

Barcos não, crida. Submarinos sim!

Anónimo disse...

Alguem tem dois gravadores que me empreste?

É para a campanha eleitoral.

Votem nos deputados pelo circulo dos Açores- ahaha!

Anónimo disse...

Os pâiésses parecem os membros do politburo- estão há 16 anos agarrados ao poder.Isto sem contar com os camaradas nos Açores.

Os camaradas conseguiram a proeza de levar o país à bancarrota, louvado seja Deus!

Anónimo disse...

POIS É!

Andamos a pagar aos deputados socialistas para votarem sempre de cruz e, com isto, ajudarem o governo a levar o país à bancarrota-homessa!

Politicos do 69.... disse...

Pois é, andamos a pagar aos deputados do PPD para irem à missa à basílica da Estrêla?

Dizem que o Mota Amaral e o Joaquim Ponte foram deputados da Nação?

Quando? Em que Parlamento?

Na Concanha? Ou na Transilvânia?

Anónimo disse...

Ainda hoje se fala no Samora Machel.Por muitas décadas se falará tambem...

Gravem isto.Preciso de dois gravadores!

Caça-Chulos disse...

Ainda ninguém disse o que é que o Mota Amaral e o Joaquim Ponte andaram lá a fazer, na AR.

O que é propuseram a favor dos Açores?

Expliquem-me como eu fosse muito louro e burro?

Anónimo disse...

Esta loira burra de cima, vê mal porque navega de submarino.

Desta vez o voto é AZUL!!!! disse...

Oxalá que o CDS consiga meter dois ou três deputados pelos Açores, para fugirmos de vez à social-mediocracia vigente na Região.

Votar no Mota Amaral ou no Ricardo Rodrigues, é defender os Açorianos, principalmente os lavradores, os proprietários e os trabalhadores que trabalham dia e noite para pagar todo este regabofe?

Votai no Artur Lima, e os Açores vão ter voz.

Não vai ser como o Mota Amaral a «cobrir» o jogo do Sócrates no caso das escutas TVI/PT nem vai ir para lá roubar gravadores.

Anónimo disse...

Quem defende os Açores são os deputados do PS que votam sempre nas asneiras do governo dos camaradas que nos levaram à bancarrota!

Está tudo no Diário das Sessões! disse...

Os deputados dos Açores pelo PS sempre defenderam os Açores e o Povo Açoriano, mesmo contra o seu próprio partido.

O Mota Amaral?

Desde que tenha o cargo vitalício como o presidente do Kazaquistão, vota sempre a favor do seu partido.

Mesmo quando foi para retirar verbas aos Açores.

Não andamos a dormir na forma!

Anónimo disse...

Defendem, defendem.O corte nas transferências para a região!

E defendem tambem os gravadores.


Defendem- palavra de socialista!

Anónimo disse...

É isso, ó palerma.

Palavra de ppd bocó!

Anónimo disse...

E tambem defendem quando votam de cruz e o país na bancarrota.

Defendem os Açores que são muito ricos e não dependem das transferências.

Socrates para ministro das finanças já!

Anónimo disse...

Esta canalha mata-se e puxa a guadelha, por causa de um gravador.
A história do gravador, que se saiba, não custou um cêntimo aos portugueses.

A duvidosa compra dos tais briquedos não. Custou-nos os olhos da cara e ainda fomos, com toda a razão, gozados pelo embaixador americano.

Azul e Branco disse...

O Mota Amaral já não tem idade para estar na reforma?

Por que é que não se candidatou pelo círculo de Lisboa, já que ele há muito renunciou à Nação Açoriana?

Anónimo disse...

Que Deus Nosso Senhor nos dê juizo até à hora da morte.

Certa canalha anda por aí travestida a comentar com a líbido à solta.
Ora falam em gravadores, ora nas missas da Estrela e de Mota Amaral.

Era amarrar-lhes o rabiosque a um submarino.

Anónimo disse...

Essa canalha fala nos submarinos mas não fala , só para citar um caso, no negócio ruinoso de mais 400 milhões de euros, com as concessionárias das estradas.

Para esta canalha, a culpa de Portugal esár na bancarrota é da crise internacional.É do Partido Comunista.É do PSD.É dos Verdes .É do PP.É do Bloco de esquerda!

Para esta camarilha Sócrates governou muito bem, ainda que tenha levado Portugal à maior dívida dos útimos 150 anos.

Não admira que nenhum partido vá governar caso o PS ganhasse- está sózinho, mais as suas barafundas!

Passa fora!

Anónimo disse...

Sim krida.
Sim.

Anónimo disse...

Já nos habituamos a ver Sócrates nos comícios muito efusivo. também na assembleia da república, quem o ouvisse discursar, parecia que ganhava sempre os debates , como se ganhar debates enriquece-se o país ou mudasse a realidade.

Foi o PEC. I. Que os sacrifícios não só eram necessários como íam valer a pena. Veio o Pec II. Que era necessário, mercê da culpa dos outros, ou seja, naquele tempo só havia a crise internacional. Pec III. Que agora sim, os sacrifícios íam valer a pena. Novo orçamento de Estado. Que era necessário, face às mudanças internacionais. Mas que era sempre pelo diálogo.Pec IV. Que era pelo diálogo, mas que só aceitava aquele orçamento, caso contrário, - se o mesmo não fosse aprovado tal como estava, se demitia. Ao mesmo tempo, voltava a referir que queria transmitir uma palavra de grande confiança. Desta vez, confiança só a teve dos deputados do PS, inclusivé do tal que diz que está lá para defender os Açores.

E assim, de embuste em embuste, de mentira em mentira, lá segue no seu estafado discurso, julgando que o blá blá dos comícios e dos debates muda a realidade. O engenheiro, já não fez como o outro que deixou o país de tanga. Deixou-o na bancarrota, mas segue na sua ladainha.

Parece que Sócrates ainda não percebeu que governar um país não é a mesma coisa que gerir uma casa de espectáculos!

Anónimo disse...

Quem é que nos poupa de testamentos destes?
Alguém, com o minimo de descrição, os consegue ler?

Anónimo disse...

O filho, puxa pela cabeça, filho!

Anónimo disse...

Vai haver este ano, pândegas, meias bolas e pitchenas no Kampú?

Anónimo disse...

Socrates, em mais uma das suas tiradas alucinantes, diz que é preciso experiência para ser primeiro ministro.

Só na se percebeu é se a experiência é necessária mas é para arruinar o país.

Anónimo disse...

Festa não vai faltar no kampu. Assim como assim depois o contribuinte paga que nem um lindo...

Anónimo disse...

Tai asno Mané.

Esses continuam a viver num país imaginário a ver se conseguem doentiamente resolver as suas vidas pessoais e para isto nada mais fazem do que terrorismo político!

Arquivo do blogue